Arquivo da categoria: Lua

Lua Minguante – Natureza e Ciclos Internos


A Lua influencia os processos líquidos na Terra, nos reinos mineral, vegetal e animal. A maré fica rasa, a seiva da planta vai para a raiz, então é hora de colher raízes.

Essa fase lunar é semelhante ao outono, pois apresenta um recolhimento, a luz está minguando. Em nós humanos, quando buscamos a sincronicidade com os processos naturais, podemos fazer esse recolhimento e olhar as necessidades internas, aquelas que reprimimos para estar em conformidade com a “exigência social”. Em nosso corpo o outono ou a Lua Minguante propõe esse recolhimento e também o contato com a a profundidade da Terra, o nosso descer para a raiz.

Descendo à raiz, a força criadora é aumentada,  terra é criatividade e se expressa também na energia sexual que a força da criação.

Essa fase lunar, outonal, pré invernal, seguimos ao encontro  dos fatores internos de repressão. Eles cristalizaram, em boa parte pela razão de estarmos num contexto social de bloqueio da espontaneidade e  orientado para a falta de sintonia com as experiências internas naturais. Assim negada, a força criadora acaba por se desqualificar e influenciar ou favorecer a comportamentos, intenções, ações e criações confusas, de baixa expectativa.

Lua Minguante vivenciada com consciência é favorável à nossa ânima, aquela que se dedica à sincronização com os processos naturais, uma descida amorosa em direção as  raízes, aos arquivos rejeitados, nessa descida, podemos olhar de novo sob uma nova perspectiva, requalificando memórias, reintegrando experiências. Assim cumprimos com a nossas ocultas, silenciosas, sublimes, doces e esplendorosas missões.

Márcia Cristina.

bruxa_lua_crescente_chuva

Anúncios

Lua Cheia – Natureza e Ciclos Femininos


A coragem para sair de dentro de si, doar, cria nova realidade para si mesma.
Partilha

Meditar é bom sempre. Meditar com as  Luas é melhor. Na super lua é melhor ainda!

 

A Lua rege as águas. A água rege a memórias relativas à criação e perpetuação, fertilidade e, embora sejam atributos considerados dentro de uma esfera feminina, esse pensamento é limitado e incompleto!

No corpo do homem, a fertilidade ou saúde reprodutora é afetada de forma direta pelos problemas urinários e é a partir dos rins que saem todos os canais de energia fluídica do corpo humano. Um rim é regido pela força feminina e o outro pela força masculina e ambos representam  a memória ancestral e fazem a filtragem do líquido no corpo.

Na astrologia a lua representa se relaciona com nossa memória passada e infância, e interfere na nossa capacidade de adaptabilidade no mundo. E o trabalho emocional ainda é muito precário entre os homens.

Amanhã a Lua vai chegar ao ponto mais próximo da Terra: as marés sobem… momento que pede sensibilidade e suavidade, para receber o que vem à tona, para perceber o recado que trazem os presentes trazidos à superfície. Reavaliações.

Para uma boa analogia, saibamos que nessa época são colhidas as plantas medicinais.

Ponto máximo de influência da Lua sobre a Terra, a Lua Cheia representa a abundância, fertilidade, que se reflete nos líquidos dos corpos, nas marés e seivas das plantas.

Nessa sincronicidade com a abundância da Lua Cheia, temos a capacidade de empatia e partilha aumentada. Se isso é conduzido com harmonia, podemos ter boas trocas e novas percepções sobre as coisas.

Se há aspectos interiores que precisem ser harmonizados, ocorrem reações emotivas e, geralmente nas mulheres as lágrimas, aparentemente sem explicações, dado o potencial de empatia e envolvimento.

Os diversos organismos vivos se organizam ao ponto da sincronicidade  com os ciclos da natureza, que recebem influência direta do Sol e da Lua. A Lua Cheia é o verão da Lua, quando o Sol com sua luz e calor toma todo o disco visível da Lua… as marés sobem. E as marés terrestres também sobem, pois boa parte do interior da Terra está na forma pastosa e os continentes bóiam sobre essa pasta. Teu chão tá firme? São grandes as influências.

 

Assim é a cura pelo holismo, uma consciência de pertencimento e sincronicidade, onde tudo se reflete em tudo.

Beijos enluarados!

Márcia Cristina.

lua cheia fadas