Archive for junho, 2020

06/27/2020

Sweet Chestnut – da noite escura, para uma nova manhã


Sweet Chestnut – angustia mental extrema, quando todas as hipóteses parecem esgotadas e a pessoa não vê luz ao fundo do túnel

 

 

 

Para períodos de grande angústia e desespero, quando atingimos os últimos limites de nossa capacidade de suportar, quando parece que não há mais luz ou amor no mundo, nada, a não ser a destruição e aniquilamento, total desolação. Incapazes até mesmo de orar, essas pessoas estão passando pelo que se chamamos de ‘noite escura da alma’.

 

Blog do Água e Flor

“Quando mente ou corpo estão estão no limite das forças e nada mais podem fazer” Dr. Bach. Desespero extremo em que a pessoa acredita que chegou ao limite da resistência, quando sente que o sofrimento vai além de tudo o que um ser humano pode suportar. A pessoa se sente desamparada e desprotegida.

SweetChestnut

Ocorre que os arquivos mentais já não servem mais de modelos para o entendimento. Nesse momento de transição, há a confrontação da personalidade consigo mesma e a sua tentativa de não se render ao novo estado de consciência, já instalado no indivíduo.

O Floral Sweet Chestnut nos coloca em contato com a verdade de que é preciso vir a noite para ver o novo dia. De que todos os desenvolvimentos ocorrem ciclos, no eterno e natural morrer e nascer. Nesse processo carecemos profundamente  da entrega para alcançar a percepção do momento certo em que devemos, conscientemente, por…

Ver o post original 31 mais palavras

06/27/2020

PANCS 2


Nesse post eu trago outra experiência interessante com Pancs.

Como eu havia dito no post Pancs 1, para quem tem o histórico de família ambientada no cultivo de plantas alimentícias e medicinais, foi uma surpresa alegre ter contato com a cultura Pancs, que resgata e distribui informações importantes acerca das inúmeras possibilidades de alimentos nutritivos, à disposição de todos!

Lembrando: Pancs são plantas comestíveis não convencionais e tem por características bom paladar, nascimento espontâneo,  riqueza de nutrientes e fácil manutenção.

 

PALMA FORRAJEIRA

PANCS

Fiz essas fotos na trilha do Mucugesinho, Chapada Diamantina.

 

A Palma Forrajeira é um Cacto trazido do México para o Brasil, rico em água fibras e nutrientes é uma PANCS, por suas características.

Comemos refogadinha lá na Chapada Diamantida, embora possa ser ingerida crua, bastando descascar e fazer o suco.

A terceira hortaliça mais consumida no México é rica em vitaminas, nutrientes e aminoácidos e está ganhando espaço em diversas cozinhas.

Por sua natureza, é uma planta de fácil cultivo e muito bonita. No Brasil é encontrada em propriedades particulares, pois foi trazida destinada ao alimento do gado bovino, mas essa não é a origem do consumo dessa riqueza vegetal. Esse é o resultado da visão distorcida dos conceitos riqueza/pobreza.

 

FLOR-DE-MAIO

FLOR DE MAIO

FLOR-DE-MAIO É CACTO, MAS SERÁ QUE É PANCS?

Essa é uma proposta interessante, cultivo flores-de-maio pelo bem-estar que me proporcionam e por se adaptarem bem, sem sofrimento, em apartamentos.

Há anos eu decidi que só cultivaria plantas quando fosse possível a convivência pacífica e sem sofrimento. Eram seis gatos em um apartamento de 120 m2, e para gatos todo espaço é pequeno; é um ser explorador e firmador de território.

Atualmente somos uma família com dois gatos idosos e, com a idade, ele mudam de hábitos, ficam mais bonachões e sobem menos nas coisas… as plantas já podem sobreviver.

Mas Flor-de-maio é Pancs? É um cacto, isso eu sei.

Ainda não conheci nada documentado nem alguém próximo que tenha vivido experiência. Geralmente sou ousada com experimentos, mas no caso das flores-de-maio tenho sido muito sentimental e não estou disposta a esse experimento, sem uma necessidade real.

A próxima etapa é cultivar a Pitaia no apartamento. Aguarde.

Se você tiver vivido essa experiência com flor-de-maio, compartilha comigo que vai me ajudar!

 

06/27/2020

PANCS 1


“O termo PANC foi criado em 2008 pelo Biólogo e Professor Valdely Ferreira
Kinupp e refere-se a todas as plantas que possuem uma ou mais partes comestíveis,
sendo elas espontâneas ou cultivadas, nativas ou exóticas que não estão incluídas em
nosso cardápio cotidiano.” GRUPO VIVEIROS COMUNITÁRIOS (GVC)

Para quem tem o histórico de família ambientada no cultivo de plantas alimentícias e medicinais, foi uma surpresa alegre ter contato com a cultura Pancs, que resgata e distribui informações importantes acerca das inúmeras possibilidades de alimentos nutritivos, à disposição daqueles que escolhem novos hábitos de participação dos processos de consciência ambiental, bem-estar, saúde e nova economia.

Pancs são plantas comestíveis não convencionais e tem por características bom paladar e nascimento espontâneo,  nutrientes, microelementos, fibras e dispensar o cultivo, bastando a manutenção.

 

BERTHALHA

BERTALHA É UMA TREPADEIRA COMUM NA AMÉRICA DO SUL E CRESCE ABUNDANTE NO RIO DE JANEIRO.

A Bertalha  me acompanhou durante a infância e nas duas gestações de meus filhos mais velhos.

É abundante e inúmeras vezes oferecemos aos vizinhos (e as minhas amigas grávidas).

Costumo refogar ou variar de molho. Muito comum ser preparada com ovos juntos, mexidos ou inteiros.

 

 

 

 

 

peixinho

PEIXINHO DA HORTA

 

 

IMG_2279

Peixinho empanado – tem esse nome pois guarda esse paladar. Foto pessoal da Solange, do nosso almoço de ensaio do teatro.

 

 

Quebrar padrões sempre que possível e forma consciente  são decisões importantes no processo de autoconsciência, auto-soberania e amplitude de visão de mundo.

E você? Já experimentou alguma pancs?

 

%d blogueiros gostam disto: