Archive for novembro, 2015

11/16/2015

Da Centelha Ao Mineral, Para A Autoconciência


Objetivo da Encarnação do Eu

“Alma, Eu Superior, Atman, Ishvara, Genius, Anjo Solar, Ego Superior, Eu Sou, Mônada, Grande Homem – Qualquer que seja o nome dado a esse aspecto do homem, ele pretende indicar um eu mais profundo e real do ser humano, dotado de características divinas e elevadas, superiores às que o homem vivencia habitualmente no seu  cotidiano. É exatamente para distingui-lo desse eu superficial que tanto os orientais quanto muitas escolas espirituais do Ocidente preferiram chama-lo de “Eu”, termo que indica um estado de consciência que , conquanto individual, transcende os limites da personalidade egoísta e separativa.

O Eu, portanto, é o Verdadeiro eu do homem, o seu Ser real, emanado do próprio Absoluto, e por isso é uma centelha divina que conserva no nível microcósmico todas as propriedades e atributos do macrocosmo.

Para compreender bem isso, devemos remontar ao momento da manifestação, quando o Absoluto, saindo do seu estado de “pralaya” (repouso, imobilidade, silêncio…) faz emanar de Si o universo e cria as miríades de “centelhas”, também chamadas “mônadas”, que, no futuro, serão seres humanos conscientes e individualizados. “Eu me multiplicarei e renascerei” (reza o Chanda Upanishad). Essas palavras significam justamente que não há separação entre o uno e os muitos, entre Deus e a infinita variedade e multiplicidade de seres e formas.

A energia divina criadora emanada do Absoluto cria em seu movimento de expansão descendente (involução) os 0aaa1diversos plano da manifestação, cada vez mais densos e pesados, até chegar à matéria física, e depois, remontando o arco ascendente (evolução), forma os diversos reinos da natureza: mineral, vegetal, animal e humano.

Quando o reino humano emerge, entretanto ocorre algo de novo, um maravilhoso e importante evento, a formação de uma entidade individualizada e autoconsciente.

A centelha divina encontrou enfim o seu instrumento de expressão, a forma adequada à qual se unirá pra revelar através dela suas energias, faculdades e potencialidades divinas, e realizar o seu propósito.

Todo o longo caminho através dos outros reinos na natureza, a proliferação de miríades de formas, parece culminar na forma humana, a última (pelo menos até hoje) produzida pelo esforço evolutivo da matéria. E, de fato, não surgiram outras formas depois do homem.

Todavia, a evolução não parou.  A evolução continua. Às ocultas, secretamente, algo continua a mover-se, a crescer, a evoluir, não mais, porém, no plano material, no plano exterior, e sim no plano da consciência.

Doravante, a evolução do reino humano estará marcada pelo desenvolvimento da consciência, uma vez que a centelha divina, o Eu, encarnou.

(…)

O nível evolutivo representado pelo reino humano tem, portanto, um significdo profundo e central no grande esquema cósmico da evolução, visto que está marcado por um evendo de valor fundamental: a passagem da Alma grupal do reino animal para a alma individual.”

O Eu e Seus Mecanismos de Expressão. (Angela Maria La Sala Batá).

Anúncios
11/05/2015

O Poder da Palavra – A Construção de Uma Nova Realidade


” No princípio era o verbo”

A mecânica quântica mudou a nossa visão de mundo. Os entes atômicos não são nem ondas nem partículas. Eles podem apresentar esse comportamento dualista, dependendo da forma como interagimos com eles. O que é matéria, o que não é matéria?

Vento, pensamento, vontade, voz…

Os físicos chamam o pensamento de pré-matéria.

A vontade humana realiza mudanças no mundo através da matéria.

Mais simples e feliz é, conhecer que podemos, através da vontade, usar nossa voz, nossa fala para novas e saudáveis criações, como por exemplo, em nossas orações, rezas e decretos.

Quando falamos liberamos energia criativa, palavras são poderosas ferramentas de co-criação  das nossas realidades, e a proposta é parar, elevar  respiração e intenção e escolher conscientemente as palavras. Isso é estar presente. Estar consciente e executando a sua vontade e a sua escolha.

Podemos repetir todos os dias ao acordar” hoje sou um ser humano melhor do que ontem, minha saúde aumenta, minha força, sabedoria e alegria de viver aumentam a cada dia e as bençãos me chegam abundantemente.

E podemos aplicar a sabedoria da fala, elevando a qualidade das palavras, durante todo o dia, todos os dias. Já sabemos o quanto é importante a repetição para a inclusão de novos hábitos. Repetimos más palavras por muito tempo, através das lamentações, do desabafo da dor , sim somos somente humanos… – e pensar que a dor tem sua origem pela repetição em ações, pensamentos e crenças nas coisas que não nos faz bem – Enfim, se a má palavra escapulir, cancele-a, com coragem, iniciativa e vontade! Afinal somos maravilhosamente humanos!”

maquina_cerebro

11/05/2015

Os 38 Florais de Bach – E Os Principais Sintomas Comportamentais


Esse guia nos ajuda a identificar o floral mais indicado para o estado emocional atual. Pode acontecer que identifique muitos. Nesse caso, concentre-se nos estados que lhe pareçam mais presentes, mais fortes. Há indicações variadas de 4 a seis florais por vidro de tratamento, eu indico quatro florais para um vidro de tratamento. Quatro gotinhas quatro vezes por dia, por 22 dias de tratamento. E sabe o que vai acontecer se errar essas indicações??? Nada. Assim são os florais: Gentis! Vamos lá:

Agrimony – tortura mental detrás de um rosto alegre

Aspen – medo de coisas desconhecidas

Beech – intolerância

Centaury – dificuldade em dizer não

Cerato – falta de confiança nas suas próprias decisões

Cherry Plum – medo de perder o controle

Chestnut Bud – incapacidade de aprender com seus próprios erros

Chicory – egoísmo e possessividade

Clematis – sonhar com o futuro sem trabalhar no presente

Crab Apple – remédio para limpeza e para o sentimento de auto-rejeição por desagrado

Elm – sensação de sobrecarga por excesso de responsabilidade

Gentian – desanimado antes ou depois de uma contrariedade

Gorse – desespero

Heather – excesso de preocupação consigo, personalidade egoísta

Holly – ódio, inveja e ciúme

Honeysuckle – viver no passado

Hornbeam – sentimento de cansaço só de pensar em fazer algo

Impatiens – impaciência

Larch – falta de confiança

Mimulus – medo de coisas conhecidas e timidez

Mustard – tristeza profunda e sem motivo aparente

Oak – para a pessoa impassível e persistente que avança e aguenta além do limite das suas capacidades

Olive – exaustão após esforço mental ou físico

Pine – culpa

Red Chestnut – excesso de preocupação pelo bem estar dos outros

Rock Rose – terror e medo paralisante

Rock Water – auto negação e repressão por rigidez

Scleranthus – dificuldade de optar entre varias possibilidades

Star of Bethlehem – choque

Sweet Chestnut – angustia mental extrema, quando todas as hipóteses parecem esgotadas e a pessoa não vê luz ao fundo do túnel

Vervain – excesso de entusiasmo

Vine – excesso de autoridade, despotismo

Walnut – proteção de influências indesejadas e em caso de mudança

Water Violet – para equilibrar personalidades reservadas e distantes

White Chestnut – pensamentos indesejados e incontroláveis, conflitos mentais

Wild Oat – dúvidas sobre que direção tomar na vida

Wild Rose – sensação de andar à deriva, apático e resignado

Willow – auto comiseração e ressentimento

images (3)

Márcia Zahara

Encaixa o quadril e pisa no DUM!

El Jardí de les Essències

Es un espacio real y virtual en el que aprender el lenguaje olvidado de la naturaleza e investigar sobre las esencias florales

Caminho Nobre

Educar o Espírito - Fortalecer a Mente - Orientação para Facilitar a Vida

Blog do aguaeflor.com.br

Terapias Naturais e Autoconhecimento

Projeto Segundo Sol

Somos Todos UM

Sala 19

O blog de História de Fabiana Scoleso

Ginecosofía

Sabiduría Ancestral de las Mujeres

Caminhadas Ecológicas RJ

Dicas de caminhadas ecológicas e passeios no Rio de Janeiro

Museus do Brasil

Arte no seu roteiro de viagem

Pôr-do-Sol no Arpoador

Sunset - Rio de Janeiro - Turismo carioca

Um Pequeno Atelier

CRIAações do FEMInino consCIENTE

Fisioquantic São Paulo

Terapias Naturais e Autoconhecimento

sintenrj.com

Terapias Naturais e Autoconhecimento

Blog - Flor de Menta Florais

Terapias Naturais e Autoconhecimento

Homeopatas dos Pés Descalços/Homeopaths of barefoot

Terapias Naturais e Autoconhecimento

José Maria Alves

Terapias Naturais e Autoconhecimento

%d blogueiros gostam disto: