Blog do aguaeflor.com

Terapias Naturais e Holismo

Astrologia, 4 Elementos, temperamento e constituição.

Astrologia, 4 elementos,  temperamento e constituição.

Textos antigos ao serem  traduzidos eventualmente sofrem perda de qualidade, por não ser alcançada a alma da linguagem de sua época. Por essa razão – a consideração pela letra sem a consideração do ambiente e contextualização, que influenciam o sentido – foram e são alimentados muitos entendimentos  limitados, por vezes  fatalistas e negativistas acerca da consideração doença x saúde – polaridades de um eixo.

Aqui são considerados, temperamento e constituição, como a influência da natureza codificada fisicamente.

Na astrologia e no holismo, cada parte da totalidade que se relaciona com alguém é sintomática. Um mapa natal mostra sintomas da “doença” que trouxe a alma a esse grande hospital que é o Planeta Terra.

Toda razão de tudo é sempre a cura e reconexão com a fonte emanadora, a completude. As teorias mostram as bases, e na atualidade, na sucessão das experiências humanas percebemos estamos “todos juntos e misturados”, não há um “tipo puro”, aprendendo mesmo que Somos Todos Um.

Empédocles dizia que os polos do eixo saúde x doença é análogo ao eixo amor x revolta (positivo e negativo) e que a diferenciação da doença resultava do ponto do eixo que se localizada a emoção do indivíduo.

“solve et coagula”

Tradicionalmente os elementos primeiro se dividem em dois grupos

Ativos e expressivos  x  Passivos e receptivos

A teoria da polaridade revela que tudo o que fica na parte de cima tem carga positiva e tudo o que fica na parte de baixo tem carga negativa; assim como a lateralidade direita tem carga positiva e a lateralidade esquerda tem carga negativa . Essa estrutura se apresenta em todas as manifestações sistêmica ou orgânicas. Essa teoria está presente em quase todos os estudos sobre quadros de manifestação e evolução das moléstias no organismo humano.

Hipócrates, pai de uma medicina muito mais profunda e abrangente do que a que dispomos na atualidade,  definiu dois tipos físicos humanos fundamentais (Morfologia):

Ativos e expressivos  x  Passivos e receptivos:

  •  Habitus apopleticus ( relativo a pletora – doenças que aumentam o volume do sangue) –  Brevilíneos, musculatura forte – em referência à expressão grega para a energia Apolonia (Deus Apolo) – ATIVOS  (AÇÃO) = POSITIVO – FOGO E AR.
  • Habitus tisicus (relativo a tisis – tuberculose) – Magros, longilíneos, musculatura delgada – em referência à expressão grega para energia Dionísica ( Deus Dionísio) – PASSIVO (REAÇÃO) = NEGATIVO – TERRA E ÁGUA.

A teoria dos polos e suas variações abarcam a teoria dos 4 temperamentos ou humores.

polos

Hipócrates relacionava o homem como o microcosmo e o meio ambiente como macrocosmo. Assim eram levados em consideração o  temperamento do homem e o “temperamento” do ambiente.

Os quatro temperamentos são intimamente ligados ao arranjo físico do planeta e aos compostos orgânicos básicos presentes na atmosfera terrestre. A incidência da energia solar e suas resultantes em conjunto com as poeiras e energias siderais e telúricas proporcionam sobre toda organização e organismos, em composição proporcionada, variando, reorganizando, desdobrando, seguindo a padrões que seguem a uma ordem, à uma inteligência.

Existem várias escolas e teorias no campo da morfologia e psicanálise que se desdobraram dessa conceituação básica.

As  condições emocionais são estágios de enfermidade interior, revelados no comportamento, que podem resvalar no corpo físico.

Há terapias que possibilitam as reorganizações bioquímicas ou eletromagnéticas do organismo humano oferecendo boas respostas em nível físico, emocional e mental . E respostas mais rápidas e efetivas (1 ano) quando em conjunto  com a  revisão alimentar, recreação e nova postura emocional diante das tribulações da vida.

“A vibração energética dos quatro elementos são contrapartes dos quatro elementos materiais físicos, assim como também são a vida, alma, que há por trás deles”  Manley Palmer Hall (1901/1990).

compostos

 

Fire

 

 Os quatro humores ou temperamentos de Hipócrates são observados no metabolismo humano.

 

Os quatro elementos representam  estados humorais, predisposições emocionais dos indivíduos, que precisam estar equilibradas para o perfeito funcionamento do complexo organismo x psiqué.

“Por trás da química, está a força” Dr. William Davidson.

Todos temos as quatro energias atuando como consciências em nosso complexo. O desequilíbrio é o resultado de uma interferência na livre circulação dessas energias, resultando em distorções que se revelam no temperamento do indivíduo, no seu comportamento.

 

Temperamentos – Filosofia e na Astrologia

Predominância do AR Sanguíneo / Sangue

Para eles um pensamento é tão real quanto qualquer objeto material. Vive no reino abstrato do pensamento e a sua atitude natural diante do conflito é distanciar-se dele, observá-lo de fora, elevar-se ou flutuar ao redor dele. São elegantes ao tratar do problema, embora não revelem vão se ressentir com que os ocasionou. Sentem-se refeitos em relacionamentos com pessoas de mentalidade igual e envolvimento social que lhes ofereça canal para a expressão das suas ideias ou algum tipo de trabalho que lhe confira estímulo e liberdade intelectual. Sentem-se bem ao ar puro, como nas montanhas. (Arroyo)

A pessoa sanguínea é alegre e esperançosa; atribui grande importância àquilo que está fazendo no momento, mas logo em seguida pode esquecê-lo. Ela tem intenção de cumprir suas promessas, mas não as cumpre por nunca tê-las levado suficientemente a sério, a ponto de pretender vir a ser um auxílio para os outros. O sanguíneo é um mau devedor e pede constantemente mais prazo para pagar. É muito sociável, brincalhão, contenta-se facilmente, não leva as coisas muito a sério e vive rodeado de amigos. Embora não seja propriamente mau, tem dificuldade em não cometer seus pecados; ele pode se arrepender, mas sua contrição (que jamais chega a ser um sentimento de culpa) é logo esquecida. Ele se cansa e se entedia facilmente com o trabalho, mas constantemente encontra entretenimento em coisas de somenos — o sanguíneo carrega consigo a instabilidade, e seu forte não é a persistência. (Kant)

Predominância do FOGO Bilioso / Bilis Amarela

Permanecer em estado inspirado e excitado é decisivo para a manutenção do  seu interesse. pouca diplomacia diante do conflito, reação de força e energia. É vital o convívio com pessoas e ideias progressistas e trabalhos fisicamente exigente, sentem-se refeitos na luz solar e ao ar livre e meio perdidos durante à noite. (Arroyo)
Dizem do colérico que tem a cabeça quente, fica agitado com facilidade, mas se acalma logo que o adversário se dá por vencido. Que se aborrece, mas seu ódio não é eterno. Sua reação é rápida, mas não persistente. Mantém-se sempre ocupado, embora o faça a contragosto, justamente porque não é perseverante; prefere dar ordens, mas aborrece-o ter de cumpri-las. Gosta de ter seu trabalho reconhecido e adora ser louvado publicamente. Dá valor às aparências, à pompa e à formalidade; é orgulhoso e cheio de amor-próprio. É avarento, polido e cerimonioso; o maior golpe que pode sofrer é a desobediência. Enfim, o temperamento colérico é o mais infeliz por ser o que mais provavelmente atrairá oposição.

(Kant)

Predominância da ÁGUA Fleumático / Fleuma  ou Linfas

Seu estado emocional é que determina seu comportamento, vive em seus sentimentos e necessita do envolvimento emocional intenso. Sua qualidade empática os faz absorver estados emocionais além de si. Necessita relacionar-se com outras pessoas iguais e alcançam melhor forma psíquica e emocional quando em proximidade de água corrente. (Arroyo)

As pessoas com tendência à melancolia atribuem grande importância a tudo o que lhes concerne. Descobrem em tudo uma razão para a ansiedade e em qualquer situação notam de imediato as dificuldades. Nisso são inteiramente o oposto do sanguíneo. Não fazem promessas com facilidade, porque insistem em cumprir a palavra e pesa-lhes considerar se será ou não possível cumpri-la. Agem assim, não devido a considerações de ordem moral, mas ao fato de que o inter-relacionamento com os outros preocupa sobremaneira o melancólico, tornando-o cauteloso e desconfiado. É por essa razão que a felicidade lhes foge.

(Kant)

Predominância da TERRA Melancólico / Bilis Negra

As preocupações com o mundo material e sobrevivência são mais real do que qualquer outro aspecto da vida. Sentem a necessidade de assumirem deveres e obrigações, sentem desafiados a enfrentar o mundo. Necessitam recarregar-se na natureza, pisar no chão, mão na terra, na força do crescimento dos plantas.

(Arroyo)

Fleuma significa falta de emoção e não preguiça; implica uma tendência a não se emocionar com facilidade nem se mover com rapidez, e sim com moderação e persistência. A pessoa fleumática se aquece vagarosamente, mas retém por mais tempo o calor humano. Age por princípio, não por instinto; seu temperamento feliz pode suprir o que lhe falta em sagacidade e sabedoria. Ela é criteriosa no trato com os outros e em geral consegue o que quer, persistindo em seus objetivos, embora pareça ceder à vontade alheia.

(Kant)

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 03/31/2015 por em Astrologia, Consciência Holística e marcado , .
%d blogueiros gostam disto: