Amamentação


amSagrados feminino e masculino: quando a mãe amamenta, reproduz a natureza, a Terra, que dá de si para manter o outro. Quando é possível amamentar, a mãe se conecta com a natureza e reproduz em si e no bebê muitas curas, mesmo sem saber. Quando o homem protege esse ato, participando e permitindo que esse fenômeno natural se realize,  em paz e harmonia, ele se alinha com essa grande cura, mesmo sem saber.

Essa conexão vai para o e vem  do  – além da natureza e da Terra. Chega aos níveis do feminino universal, que é uma das expressões da Fonte de toda a vida. Em toda formação universal há o rearranjo entre a energia doadora e a energia receptadora e ambas são parte, expressões da Fonte.

Voltando para a nossa realidade terrena, a sabedoria da parceria e  cumplicidade entre essas duas expressões, entre um homem e uma mulher, resulta sobre a criança protegida. O leite materno, até aproximadamente os dois anos de idade da criança, lhe proporciona a perfeição alimentar necessária ao desenvolvimento do seu recente e frágil organismo, permitindo que os comandos e funções da sua alma sejam perfeitamente captados pelo mente/corpo, que se desenvolvem para realizar a programação estabelecida pelo plano superior.

Gratidão,

Márcia Cristina.

 

Anúncios

Fraldas e absorventes naturais


A pele é o maior órgão do corpo humano. Tudo o que lhe faz contato ela absorve e transfere para o organismo interior. As toxinas 2014-07-05 20.03.50ficam acumuladas no fígado, que é a nossa usina interna de filtragem.

Fraldas descartáveis e absorventes higiênicos, contém carbono, cloro e hidrogênio em sua composição. Isso é absorvido pela pele e principalmente pelas partes mucosas íntimas do corpo. Somado a isso o abafamento pelo plástico, ele que leva 450 anos para se dissolver da superfície da Terra.

Terra, essa que me abriga e que me habita também – Quando melhoramos as condições do nosso corpo, o aproximando cada vez mais da sua composição natural que são os reinos da natureza dentro de nós : mineral, vegetal e animal: ossos, tecidos, veias, nervos, sangue, água, cérebro, glândulas, órgãos internos.
Essa aproximação se relaciona intimamente com a polaridade feminina de cada ser.

Quando resolvemos dar atenção ao corpo, estamos resgatando a força feminina de vida, que herdamos do Planeta quando nascemos aqui. Não tem a ver com sexualidade, tem a ver com integração, com totalidade. Fauna e flora interiores se restabelecem e o corpo volta a falar com a gente.

Tenho uma idade em que pude viver a transição entre dois modos, o rural e o moderno, vivi e experienciei os dois. Conheci e usei fraldas de pano nos filhos o máximo que pude. O suficiente para observar e escolher. Não usei mas conheci as toalhinhas higiênicas para menstruação na juventude. A menstruação só tem mau cheiro por causa do abafamento do plástico, que permite a proliferação de bactérias e fungos. Sangue na verdade é nutriente e podemos deposita-lo na Terra, em vez de depositar plásticos.

Hoje há diversas comunidades fazendo o trabalho de trazer para a vida moderna os hábitos saudáveis esquecidos. Tem fraldas naturais bem legais, sou adepta dos bio-absorventes e copinhos de uso interno para colher o sangue. O autocuidado o corpo recebe como um grande gesto de amor e, principalmente, a Terra recebe como um grande gesto de amor, restabelecemos através dele a nossa aliança com Gaya e rompemos com crenças limitantes que tanto nos aprisionam. Quando do alguém reaprende a produzir com as próprias mãos, acontece o milagre das realizações amorosas, que são para o bem estar de outrem.

Esse texto é informativo para quem partilha da idéia ou quer conhecer o tema. Não é apológico. Estamos presentes nesse planeta cada um para viver as experiências pré-programadas por si mesmo, e podem não ser iguais aos dos outros.

Gratidão,

Márcia Cristina.