Archive for março, 2014

03/27/2014

Elm – da crise do próprio valor para a confiança interior


11

Elm

da crise do próprio valor para a confiança interior

Qual a verdade que preciso compreender melhor?

É suficiente cumprirmos nossa missão de vida dentro dos limites do que é “humanamente possível”, de modo que todos os componentes da personalidade se realizem e possam crescer. Como seres humanos, não somos responsáveis pelo “Todo maior”, mas só pelo nosso próprio plano de vida. Seguindo nossa orientação interior podemos perceber quando nos excedemos em nossas expectativas. Se pedimos ajuda, ela virá naturalmente, pois nosso plano de vida não exige de nós sacrifícios sobre-humanos.

Qual a decisão que me faz entrar em contato com a minha orientação interior?

Decido a partir de hoje a levar muito mais a sério as necessidades do meu eu emocional e, ao cumprir minha missão, pautar-me por medidas humanas e, não sobre-humanas. Quando dou o melhor de mim, posso confiar que aquilo que é necessário acontecerá.

Eis como identifico o crescimento do meu potencial positivo Elm:

Levo em consideração, mais do que antes, as minhas necessidades pessoais e tenho mais força para cumprir minha missão.

(Mechthild Scheffer, Florais de Bach, Imagens para Harmonização)

Elm – Sensação de sobrecarga por excesso de responsabilidade.

A descrição de Dr. Bach

 

Paredbach2.jpga aqueles que estão fazendo bem o seu trabalho, que estão seguindo a vocação de suas vidas e que esperam fazer algo de importância e, muitas vezes, para o benefício da humanidade. De vez em quando, há períodos de depressão, quando acham que a tarefa que empreenderam é difícil demais e acima das forças de qualquer ser humano. (Bach Centre).

Anúncios
03/26/2014

Pine – da autodepreciação para o auto-respeito


pine01

Pine

da autodepreciação para o auto-respeito

Qual a verdade que preciso compreender melhor?

Não existe outro pecado, exceto de, conscientemente, não cumprir a missão que se tem na vida e violar a Lei da unidade. Somos responsáveis apenas por nossa própria conduta, não pela das outras pessoas e, muito menos, por cada “desenvolvimento indesejável” que ocorre no mundo.

Qual a decisão que me faz entrar em contato com a minha orientação interior?

Decido, a partir de hoje, reconhecer meu direito à existência sem qualquer restrição. Aceito a mim mesmo totalmente. sei qual é meu valor e só me dôo na medida do possível.

Eis como identifico o crescimento do meu potencial positivo Pine:

Quando alguém me critica, eu não caio de imediato na autodepreciação. Mas examino, sim, e de forma realista, se essa crítica está no âmbito da minha responsabilidade; se não for o caso, rejeito-a. Eu agora desfruto mais a vida do que antes.

(Machthild Schefer, Florais de Bach, Imagens para Harmonização)

Pine – culpa

A descrição de Dr. Bach

edbach2.jpgPara aqueles que culpam a si mesmos. Até mesmo quando têm êxito, acham que poderiam ter feito melhor e nunca se contentam com seus esforços ou com os resultados. Trabalham duro e sofrem muito por causa dos erros que atribuem a si mesmos. Até quando há algum erro cometido por outra pessoa, atribuem a si mesmos a responsabilidade. (Bach Centre)

03/26/2014

Larch – da autolimitação para o autodesenvolvimento


 larch (2)

Larch

da autolimitação para o autodesenvolvimento

 

Qual a verdade que preciso compreender melhor?

Nossa vida é um programa de aprendizado em contínua mudança, sempre oferecendo novas oportunidades e possibilidades. Nosso plano de vida individual nos encarrega apenas de tarefas que conseguimos cumprir e com as quais podemos crescer.

 

Qual a decisão que me faz entrar em contato com a minha orientação interior?

Decido desfazer-me de critérios de desempenho que não são meus. Percebo que cada desafio que me é proposto é um convite para crescer feito pelo meu eu superior. Por isso, daqui em diante, buscarei no fundo do coração a essência de cada convite e irei aceitá-lo prontamente ou então o modificarei de modo que sirva ao meu crescimento.

 

Eis como  identifico o crescimento do meu potencial positivo Larch:

Eu me comparo menos com as outras pessoas. Exponho-me a coisas que antes evitava.

(Machthild Scheffer, Florais de Bach, Imagens para Harmonização)

 

Larch – falta de confiança

A descrição de Dr. Bach

edbach2.jpgPara aqueles que não se consideram tão bons ou capazes como os que estão ao seu redor, que esperam pelo fracasso e sentem que nunca serão um sucesso. Deste modo, não se arriscam nem se esforçam o suficiente para tentar prosperar. (Bach Centre).

03/14/2014

Sejamos o Sal da Terra


Sua função é preservar o equilíbrio entre os ácidos e os fluidos normais do corpo, neutralizando as condições ácidas, euilibrando a relação alcalinidade x acidez do sangue. Sal atribuído ao signo de Libra.

Natrum phosphoricum: Sua função é preservar o equilíbrio entre os ácidos e os fluidos normais do corpo, neutralizando as condições ácidas, equilibrando a relação alcalinidade x acidez do sangue. Sal atribuído ao signo de Libra.

A Terra nos empresta os sais minerais para formar os tecidos do nosso corpo. O tratamento à base dos sais minerais restauram as nossas células e a nossa vitalidade, com segurança e por baixo custo.

Se escolhermos uma relação de gratidão com a Terra, podemos querer ser “Sal da Terra” e participar da sua restauração também. E se fizermos uma honesta reflexão perceberemos que ela já nos pagou por isso.

Ainda que não compreendamos direito o que possa significar ser  “Sal da Terra”, os sais estão aí, à disposição, para todos, para quem busca a saúde e o reequilíbrio e podem ser recomendados pelo seu homeopata.

São os 12 Sais de Schuessler.

Dr. Wilhelm Heinrich  Schuessler   (1821-1898), alemão, médico, homeopata, é o pai da doutrina da  “Restauração das Células nas Pessoas, Resultando na Restauração das Deficiências dos Sais Inorgânicos”, a Teoria Bioquímica ou Sistema de Schussler.

1.     Calcarea fluorica (Calcium fluoratum)

2.     Calcarea phosphorica (Calcium phosphoricum)

3.     Calcarea sulphurica (Calcium sulfuricum)

4.     Ferrum phosphoricum

5.     Kalium muriaticum (Kalium chloratum)

6.     Kalium phosphoricum

7.     Kalium sulphuricum

8.     Magnesia phosphorica

9.     Natrum muriaticum (Natrum chloratum)

10.   Natrum phosphoricum

11.   Natrum sulfuricum

12.   Silicea

 

 

Márcia Zahara

Encaixa o quadril e pisa no DUM!

El Jardí de les Essències

Es un espacio real y virtual en el que aprender el lenguaje olvidado de la naturaleza e investigar sobre las esencias florales

Caminho Nobre

Educar o Espírito - Fortalecer a Mente - Orientação para Facilitar a Vida

Blog do aguaeflor.com.br

Terapias Naturais e Autoconhecimento

Projeto Segundo Sol

Somos Todos UM

Sala 19

O blog de História de Fabiana Scoleso

Ginecosofía

Sabiduría Ancestral de las Mujeres

Caminhadas Ecológicas RJ

Dicas de caminhadas ecológicas e passeios no Rio de Janeiro

Museus do Brasil

Arte no seu roteiro de viagem

Pôr-do-Sol no Arpoador

Sunset - Rio de Janeiro - Turismo carioca

Um Pequeno Atelier

CRIAações do FEMInino consCIENTE

Fisioquantic São Paulo

Terapias Naturais e Autoconhecimento

sintenrj.com

Terapias Naturais e Autoconhecimento

Blog - Flor de Menta Florais

Terapias Naturais e Autoconhecimento

Homeopatas dos Pés Descalços/Homeopaths of barefoot

Terapias Naturais e Autoconhecimento

José Maria Alves

Terapias Naturais e Autoconhecimento

%d blogueiros gostam disto: