Archive for dezembro, 2013

12/30/2013

Miasmas segundo a Homeopatia


bad_habits_illustration

Miasmas primários: Psora, Sicose, Luetismo (ou Sifilismo)

Miasmas são como etapas fisiopatológicas de desequilíbrio inicial que progride devido à persistência do ambiente hostil, que causam sobrecargas internas e  agressões diversas. São  formas de adoecimentos com características próprias e que guardam relações entre si e com os órgãos que vão lesionar,  dentro do mesmo grupo miasmático.

Há que se ter em mente, com muita sensibilidade,  que a doença é a materialização do adoecimento para  limpeza dos corpos sutis e retornarmos ao modo de alinhamento interior com a  Vontade Superior.

O organismo saturado na capacidade de tolerância e esgotado nas possibilidades de defesa, procura alívio para a tensão interna através de fenômenos episódicos e alternantes de descarga de toxinas, como válvulas de escape, servindo-se para este fim dos emunctórios naturais (saídas naturais do corpo, por onde saem as excreções do metabolismo). Este conjunto de circunstâncias e fenômenos, causas e efeitos, constitui  Psora.

Na insuficiência de liberação dos fatores nocivos, quando da impossibilidade dos órgãos e das vias excretoras, isto é quando o organismo não consegue pôr para fora, há uma mobilização em nível celular, alterando a quantidade e a qualidade das eliminações, ou ainda, em grau mais avançado, bloqueia as toxinas em órgãos ou regiões circunscritas, dando origem a neoformações – suores oleosos e fétidos, erupções na pele, inclusive inflamatórias, verrugas e cistos. Esse é o estado de Sicose.

Se esta frente de defesa for novamente ultrapassada, o organismo tenta se desvencilhar das toxinas ou se adapta ao estado do estresse persistente, mediante sacrifício dos próprios tecidos, instalando o estado miasmático do Luetismo ou Sifilismo, estados de acúmulos desde o ventre materno ou por herança genética.

Em outras palavras, A psora mal resolvida (excitação) passa a Sicose (inibição) que não resolvida, será o Luetismo.

 

Miasmas Secundários – Somatório. Exacerbação de estados de consciência que levam a degeneração do organismo:

O Tuberculinismo –  sensibilidade reativa aumentada à todas as agressões do aparelho respiratório.

O cancerinismo  – reação pela desagregação até a falência da energia vital.

 

12/18/2013

Wild Oat – não conclui o que inicia


Wild Oat

A Flor da Vocação

Wild Oat

da busca, para o encontro

Eis como identifico o crescimento do meu potencial positivo Wild Oat:
“Sou mais objetivo e coerente nas minhas ações e tenho maior clareza quanto às metas da minha vida.”

12/18/2013

Hornbean


Hornbeam

A flor da energia

Hornbeam

do desânimo para o alerta mental

Eis como identifico o crescimento do meu potencial positivo Hornbean:
“Desde que passei a me dedicar mais às minhas necessidades variadas, meu cotidiano decorre de modo mais leve e brilhante”
12/18/2013

Gorse


Gorse

Gorse

da resignação para a iniciativa

a flor da esperança

Eis como identifico o crescimento do meu potencial positivo Gorse:
“Vejo na minha vida novos pontos de partida construtivos e possibilidades positivas.”

12/17/2013

Red Chestnut


Red Chestnut
Red Chestnut
“a flor do corte do cordão umbilical”
da simbiose, para a autonomia
Eis como identifico o crescimento do meu potencial positivo  Red Chestnut:
Consigo perceber meus pensamentos e emoções de modo cada vez mais consciente. Respeito os limites da minha personalidade e da personalidade dos outros.
12/17/2013

Aspen


aspen
Aspen
“a flor do pressentimento”
do pressentimento sombrio, para a sensibilidade consciente
Eis como identifico o crescimento do meu potencial positivo Aspen:
Consigo distinguir mais claramente os vário níveis de consciência. Percebo, cada vez mais, se um sentimento se origina do meu interior ou se eu o absorvo do mundo exterior.
12/17/2013

Cherry Plum – medo de perder o controle


cherry-plum-flower
Cherry Plum – para quando se tem medo de que a mente se esgote, de que se perca a razão, de que se faça coisas espantosas e horríveis, indesejáveis e prejudiciais, embora se pense nelas e se sinta impelido para elas.
Dentre os 7 Grupos de Florais, faz parte do Grupo do Medo.
%d blogueiros gostam disto: